BOLSAS

"A CNEC Acredita na Educação"

Bolsas de estudo CNEC

A CNEC é fiel à sua missão de origem e acredita na capacidade humana de transformar realidades. Com essa crença, promove o acesso de crianças, adolescentes, jovens e adultos em situação de risco e ou vulnerabilidade social em todas as Instituições Educacionais que mantém, garantindo igualdade de oportunidade nas comunidades onde está inserida. No Ensino Superior, os alunos podem desfrutar dos seguintes benefícios:

Bolsas de Estudo CNEC

Desde a sua fundação, a CNEC tem transformado a realidade de centenas de comunidades brasileiras oferecendo Educação de qualidade com compromisso social. Neste propósito, a CNEC cumpre também seu papel ao oferecer opções de acesso por meio de programa próprio de Gratuidade – o Programa de Bolsas CNEC.

Em todas Instituições Educacionais são ofertadas Bolsas de Estudo.

  • na Educação Básica, a CNEC oferece Bolsas Integrais, que compreendem a prestação de serviços educacionais e o custeio do Material Didático do Sistema de Ensino CNEC.
  • No Ensino Superior, são oferecidas Bolsas Integrais e Bolsas Parciais de 50%, em todos os Cursos de Graduação, nas modalidades presencial e a distância.

A seleção dos alunos beneficiados é feita por meio de processo de ampla concorrência que afere a condição socioeconômica dos candidatos1. O público alvo é composto de estudantes em condição de risco e ou vulnerabilidade social.

PROUNI

Além do programa próprio de concessão de Bolsas de Estudo, em parceria com o Governo Federal, a CNEC é participante do Programa Universidade para Todos – PROUNI para a ampliação das formas de acesso ao Ensino Superior.

FIES

O FIES é um programa do Governo Federal que financia a graduação de estudantes com renda comprovadamente insuficiente para ingresso nas instituições privadas de Ensino Superior. O objetivo é valorizar a participação e inclusão social no processo de formação de profissionais das mais variadas áreas do conhecimento.

Para participar, o estudante precisa ter feito uma das edições do ENEM, a partir de 2010, ter média igual ou superior a 450 pontos e ter nota positiva na redação.

A partir de 2018, os estudantes com renda familiar até três salários mínimos terão juros zero e começarão a pagar as prestações de acordo com o limite de renda. A escala de juros aumente conforma a capacidade de pagamento das famílias, no limite de cinco salários mínimos mensais.

O FIES é um Programa do Ministério da Educação, operado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).